quarta-feira, 29 de junho de 2016

VIAJANDO COM PONTOS!!!

 
Caso você ainda não use seus pontos do cartão de crédito para viajar, está perdendo uma grande oportunidade! Hoje em dia as empresas que transformam esses pontos (do cartão de crédito ou compras diversas) em facilidades para o consumidor estão numa luta ferrenha para conseguir novos consumidores e “fidelizar” os já existentes.
Eu sempre viajei com milhas, mas juntava quase só os pontos do cartão de crédito para isso. Hoje em dia a gente pode converter as compras em milhas, e a facilidade para se conseguir “as preciosas” aumentou demais!
Tenho amigas que deixam os pontos no cartão e, quando surge uma oportunidade de viagem, transferem os pontos para a Cia. Aérea que oferecer melhores tarifas (em pontos). É uma boa estratégia. Acontece que os programas estão realizando promoções para transferências, em que você ganha um bônus se transferir seus pontos em determinadas datas, aí você tem que mandar os pontos para um programa, talvez sem saber se vai viajar, ou se a pontuação que você dispõe será suficiente na data que puder passear. Eu acho essas “transferências premiadas” uma ótima, tanto que, hoje em dia, fico guardando meus pontos do cartão para enviar só quando houver uma promoção dessas.
Essa é já uma dica: acumule os pontos do cartão e deixe para transferir quando houver uma promoção com bônus. Quanto mais pontos, mais bônus.
Hoje em dia comecei também a pagar quase tudo no cartão de crédito, para fazer mais pontos, claro. Vale lembrar que compra em cartão de crédito só é uma boa para quem tem controle emocional (kkkkkk), ou pelo menos para quem tem dinheiro para pagar a fatura mensal INTEGRALMENTE! Nunca pague a fatura do cartão parcelada, são os maiores juros do mercado, hoje quase de 500% ao ano!!!!!
Eu gosto de juntar meus pontos na Multiplus, para mim é mais vantagem , pois dou preferência a voar pela Tam, agora Latan. E, dessa forma, sempre fico de olho nas lojas parceiras quando as compras estão valendo mais pontos Multiplus. Por exemplo, o Ponto Frio sempre faz promoções de 1 real para 6 pontos Múltiplus. Comprei minha lava e seca assim (que eu já estava aguardando um momento oportuno para comprar) e recebi mais de 15.000 pontos Multiplus nessa compra, além dos pontos que iria juntar no cartão. Ah, as compras com pontos geralmente são virtuais, aí a pessoa tem que ter o hábito de comprar pela NET. A Dafiti também faz muitas promoções de 1 real para 10 pontos Multiplus e a Zattini também. Nem preciso falar que quase só compro o sapato das crianças nessas lojas, né?
Caso você tenha pago a viagem, também não deixe de pedir para converter os pontos dos trechos para seu programa de fidelidade, se isso não for automático.
Também já fiz contas para meus filhos, transfiro os pontos das viagens dele e depois, quando há uma promoção de desconto em transferência de pontos entre pessoas, mando os pontos da criançada para mim, para concentrar tudo num lugar só.
Ainda, acompanhe sites de descontos em viagens, como o “Melhores Destinos”. Eles sempre avisam das promoções para viajar com milhas também.
Aproveite! Vale a pena! Ano passado fui a Nova Iorque por R$ 145,00 (só paguei as taxas, que não podem ser pagas por pontos), quer mais incentivo do que isso?

terça-feira, 28 de junho de 2016

O QUE LEVAR NA MALA DE FRIO?!!!!


Quem vai aproveitar as férias de inverno no hemisfério sul para curtir um friozinho? Euuuuuu!


Aqui vão algumas dicas para a mala de frio. Vale lembrar que nunca peguei um frio de rachar, apesar de ter tentado. Fui ano passado para pegar neve no Chile, mas a neve fugiu de mim, buá!!!! Esse ano vou tentar de novo, em outro destino, depois conto se deu certo, hehe.


Bom, aqui vão dicas para pegar um frio na cidade, que vale para serra aqui no Sudeste, ou cidades do Sul do Brasil, e também as capitais mais friinhas da América Latina. Usei também para a primavera na Europa, das duas vezes que fui peguei um friozinho de 4 a 15 graus (que acho delícia para passear).

 
Em primeiro lugar: segunda pele. Sempre levo nas viagens quando sei que posso pegar frio. Comprei uma mais larga para usar por cima da camiseta, e ela é muito leve para tirar e colocar na bolsa se precisar. Acho melhor do que colocar por baixo de tudo, porque senão você tem que encontrar um lugar apropriado pra tirar a roupa, e pode ser que não se encontre. Se o lugar for de neve mesmo, aí acho que vale usar por baixo de tudo, pois obviamente vai estar frio de rachar. Tenho a blusa e a calça, a calça eu sempre levo, mas nunca usei, ainda não foi preciso, e já peguei frio de 0 graus no Chile, mas só uma meia calça grossa e uma calça jeans deram conta do recado.


 
Outra coisa maravilhosa são as jaquetas de pena de ganso e coletinhos. Elas esquentam muito mais do que as de manta sintética, são mais leves e você pode enrolar e colocar na bolsa, se for preciso. Eu tenho o coletinho também, que uso escondido de baixo de uma jaqueta ou casaco para dar uma aquecida melhor, pois saio sempre bem cedo para passear. Quando o dia vai esquentando, vai pra bolsa, facinho de guardar. Simplesmente amo!

 
Nem pense em levar mil casacos de frio, um para cada dia. Um só está bom demais, porque toma muito espaço na mala e hoje em dia não se viaja mais com malas enormes, certo? Um casaco bom, grosso, é o suficiente. Pra colocar por cima da roupa, esconder o coletinho, agasalho e dar uma refinada no look e ajudar a manter o calor. Eu tenho um preto, que comprei na Zara TRF, mas vale umas cores escuras combináveis com tudo, como um cinza escurão, verde musgo, aroxeado, acho até mais fashion.


 
Acessórios! No frio, usamos quase sempre a mesma roupa, né? Então os acessórios é que dão uma alegria e uma diferenciada no visu. Gorro (que estão super na moda), luva bonita, cachecol e não esqueça dos óculos (ando vendo muito os espelhados no frio).



 
O sapato, se for pegar neve mesmo na cidade, acho que as botas com pelo e solado de borracha que seguram o frio. Mas se não for pra tanto, uma bota de couro com meia dá conta do recado. Meu filho usou tênis de trilha numa faixa de neve que pegamos no Chile e também não sentiu frio no pé. Se tiver um tênis ou bota de trilha impermeável, maravilha, porque protege o pé da água da chuva também.

Ah, não esqueça de um filtro solar bom, porque sol de inverno queima também! E batons coloridos, pra dar uma alegria!!!!

terça-feira, 21 de junho de 2016

Usando Poncho!

Até que tá fazendo um friozinho nesse país, minha gente! Tá dando até pra arriscar uma coisa mais "ousada" ultimamente. Acho linda essa moda de ponchos, mas gosto dos do lãzinha (tecido) mesmo, os mais artesanais não fazem meu estilo (lã, crochê, feitos à mão).







Onde comprar? Já vi na Zara, e custa em torno de R$ 200,00. Caro, hein?

segunda-feira, 20 de junho de 2016

DICAS DA ITÁLIA!


Eu gosto sempre de planejar por conta própria minhas viagens, já é parte da viagem ficar olhando guias, pesquisando na net, olhando voos, hotel, passeios, ingressos. Adoro posts de gente que provavelmente não é patrocinada para escrevê-lo, de gente normal, parece que tudo é mais real. Hoje em dia, podemos ver muitos vídeos no Youtube sobre as cidades que queremos visitar também, de gente como a gente, o que acho bem legal.

Já fui duas vezes à Itália, e sempre foi por conta própria. Não sou uma expert no país, mas dá pra aprender umas coisinhas.

DIAC 1: VÔO DIRETO, SE POSSÍVEL.

Esse ano peguei o vôo direto da LAN, de Guarulhos para Milão. Simplesmente adorei! Você sai de São Paulo 22:55h, começa a assistir um filminho ou ler um pouco, janta, termina o filme e começa outro. Dorme, acordoa, toma café e já chegou. O voo chega 13:55 em Milão, mas é como se fosse 8h no Brasil. É como se você entrasse no avião, dormisse, e já acordasse na Itália, muito bom. Não era meu destino final (iria me hospedar em Florença), mas gostei muito. Muita gente pega esse voo de Milão para ir à Suíça também, que é muito perto de Milão. Depois pegamos um metrô que vai para a Estação Central de Milão (facílimo e confortável para viajar com mala, pois é bem espaçoso), onde pegaríamos o trem para Florença.


DICA 2: COMPRA PASSAGENS DE TREM RÁPIDO COM 4 MESES DE ANTECEDÊNCIA.

Todo mundo anda de trem na Itália de uma cidade para outra, é muito mais prático, cômodo e barato. No site da Trenitalia (www.trenitalia.com) você pode pesquisar todos os horários de trens rápidos e regionais.

Os trens regionais não têm alteração de preço se você comprar com antecipação ou na hora, mas os trens rápidos têm, e muita! Sim, mesmo pagando milhões de impostos da compra internacional (exagero, são 2 impostos), vale muito a pena! Por exemplo, comprei minha ida de Milão a Florença com antecedência e paguei 17 euros, na hora pagaria 47 euros!!! Sim , eu olhei na maquininha quanto estaria economizando, hehe.

Você acha chato ficar “engessando” a viagem com horários marcados? Repense sua estratégia de viagem. Vale muito a pena já deixar estipulado quais dias vai fazer os percursos maiores e comprar uma passagem com antecedência, partindo de manhazinha, para aproveitar bem o dia.

Lógico que cada um gosta de uma coisa, mas é muito desperdício. Preferiria deixar o dinheiro economizado para comer num restaurante melhor, comprar uma coisinha na Sephora, kkk.


DICA 3: CHIP DE CELULAR COM INTERNET.

Dessa vez, resolvemos comprar um chip de celular com internet para usar em nossa viagem, pois da outra viagem que fiz fez muita falta. E foi a melhor coisa que fiz, pode apostar! Compramos na Tim, na estação de trem (provavelmente todas as estações grandes tem loja da Tim). É só pedir um “SIM card for tourist” – a moça fala inglês). Ela te dá a opção de ter só internet ou internet e 100 minutos de ligação, inclusive para o Brasil. Só internet custa 30 euros e o outro 35 euros. Pegamos o plano de internet e ligações. Deu super certo usar, foi habilitado na hora, a internet pegou muito bem em todas as cidades que fui.

Não é uma coisa baratíssima, mas é uma mão na roda. Eu pesquisei os restaurantes que via na rua no Tripadvisor, atrações turísticas e horários dos trens. Dava até para ver uns vídeos para passar o tempo no trem e colocar as fotos em tempo real no Instagram (um pouco de ostentação não faz mal a ninguém, kkk). Foi um ótimo investimento.

Ah, em todos os trens, até regionais, tem tomada para recarregar celular, leve seu carregador!
 

DICA 4: CHEGUE CEDO!

Você é daqueles que viaja para descansar, acorda tarde e vê o que vai fazer no dia? Bom, cada um com seu estilo, mas se quiser ver alguma atração, só vai dar se comprar ingresso com hora marcada. Não comprei nenhum ingresso antecipado dessa vez, e deu super certo para visitar os locais em que fui cedinho. Já uma atração que fomos de tarde, meus Deus, peguei duas horas e meia de fila com sol na cabeça, foi tortura!

Eu já prefiro chegar cedo mesmo nas cidades, estão quase vazias e depois de um tempo começa a chegar a renca das excursões. Até no Coliseu peguei pouca fila por chegar cedo, foi tudo numa boa.

Geralmente pego os trens para outras cidades entre 6 e 7 da manhã, acho que é o ideal. Saio cedo do hotel, tomo um café na estação, como um brioche crema, e trilho!
 

DICA 5: BATE-E-VOLTA.

Acho que todo mundo concorda que é um saco ficar fazendo mala, certo? Então, eu também. Até 3 horas de deslocamento (se estou com muita vontade de ver um lugar), faço bate e volta.

Fica um pouco cansativo nos dias que a viagem é mais longa, mas é menos do que arrumar mala, fazer check out, levar até a estação, pegar o trem, andar com mala até o novo hotel, fazer check in... Se você tem muito tempo na viagem, beleza, pois nisso já se perdeu quase o dia inteiro. Mas se a viagem é mais curta, como as minhas, tempo é precioso.

Da primeira vez fiquei perto de Veneza e fiz 3 viagens mais longas, a Florença, a Milão e a Trieste. Nos outros dias, fui a cidades pais próximas para balancear. Dessa vez, fiz só trechos menores, o mais longo foi Florença-Roma, cerca de 1h e 50 min, no trem que eu peguei.

Acho melhor ficar em cidades estratégicas e ir visitando os arredores, sempre tendo em mente que ficar em cidades grandes é muito prático, mas a estupidez das pessoas aumenta muito. Fiquei em Florença, foi ótimo para me deslocar, mas não gostei do atendimento por lá. Fora o hotel, que tinha funcionários bem simpáticos, o povo era bem estressadinho com turistas.

sábado, 4 de junho de 2016

OLIVIA PALERMO e o frio perfeito!

No Brasil não temos frio, mas amamos casacos, yay!!

Gente, não sei por que eu tenho tanto casaco, e sempre quero mais, e não quero me desfazer dos que tenho. Mas é bonito demais roupa de frio, fala a verdade!

Ultimamente, estou numa vibe de viajar para lugares frios algumas vezes por ano, e assim tento justificar minha casaqueira, hehe.

Pra pegar inspirações mais fashion para usar roupa de frio, sem medo de errar, é só digitar no Google: "Olivia Palermo frio". A moça tem o maior talento pra se vestir nas estações frias do ano.

Calça de couro, casacão, bota e tênis. Ela é magrela, mas isso tudo fica bem em quem é mais cheia também.