quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Consumo, pechinchas, investimentos.

Tenho pensado muito, muito mesmo, sobre consumo.
Depois que criei esse brechozinho virtual, percebi que esse foi o destino de muita coisa que comprei.
Agora estou sem quase nada pra vender aqui, acabei doando algumas peças, afinal, não ia ficar na gaveta esperando alguém comprar, outras estão num bazar rea pra vender.
Li muitos posts sobre comprar, muito bons, e soluções pra comprar menos.
Não entendia porque todos falam que devemos comprar peças básicas, clássicas na liquidação. Pra mim, tinha que comprar o que é moda na liquidação porque está mais barato e vou usar menos.
O resultado, torrar uma nota na liqui, não usar quase nada, mandar tudo embora.
É lógico que é o máximo comprar "aquela" peça na liquidação, mas encarar como uma chance de encher o guarda-roupas por menos é roubada.
Hoje, no blog Hoje vou assim off, a Ana respondeu um email sobre como ser feliz sem poder compara.
Achei muito bacana. Ela fala que passou a comprar melhor vendo a compra como investimento, algo pensado, planejado, e deu muitas dicas pra não ficar com o guarda-roupas embacado de pechinchas, porcarias, inutilidades.
Uma dica ótima é arrumar o guarda-roupa sempre, assim você vê o que já tem demais.
Outra dica que vi, em outro lugar que não me recordo, é olhar o que já se tem e fazer uma lista do que se precisa.Assim comoa gente faz pra ir ao mercado: dá uma olhada na despensa e vê o que está em falta.
Outra dica que dou é o blog De Chanel na laje. Já tinha ouvido falar, li esses dias, adorei. Fora que a autora escreve super bem, raro nessa blogosfera, e dá gosto de ler.

2 comentários: